O Instituto Nossa Senhora do Carmo (INSC) vem a público esclarecer a população barrosense sobre o caso envolvendo o atendimento de uma paciente gestante em nossa unidade bem como as repercussões infundadas do fato nas redes sociais.
A paciente foi assistida no INSC por dois de nossos obstetras nos dias 3 e 5 de janeiro na forma de atendimento presencial e no dia 2 de janeiro na forma de suporte de sobreaviso à equipe de plantão presente no hospital. Em ambas as ocasiões o acolhimento foi devidamente realizado para o caso da referida paciente.
Após ter sido diagnosticada com um quadro clínico frequente em serviços de obstetrícia, a paciente foi informada sobre seu estado de saúde, riscos e possibilidades de desdobramentos da evolução do seu caso.
Procedimentos e exames foram realizados para fins de acompanhamento, sendo que tais exames não garantiam a manutenção da evolução da gestação. Além disso, a paciente também foi orientada a permanecer no hospital ou seguir mantendo a estratégia terapêutica em casa, com o uso de medicação aliado a repouso.
A paciente optou pelo tratamento domiciliar e foi liberada em condições favoráveis para tal.
Todos os procedimentos realizados encontram-se descritos nas fichas de atendimento e no prontuário de internação hospitalar.
Portanto, todos os comentários sobre o caso nas redes sociais, tanto em grupos abertos como privados, que não correspondem com a verdade, foram analisados por nosso departamento jurídico.
Assim sendo, todos os meios judiciais para a resolução do caso serão providenciados pelo Hospital de Barroso.
Mais uma vez reforçamos nosso compromisso com a saúde de todos os nossos pacientes independente das circunstâncias e quadro clínico.
Estamos sempre abertos ao diálogo e ao esclarecimento de possíveis dúvidas.
Instituto Nossa Senhora do Carmo